Artesanato do Tocantins

A natureza como matéria e inspiração

A beleza do Artesanato do Tocantins

Se encante com o estado do Tocantins, o mais novo do país, mas que possui sabedorias ancestrais vindas dos continentes europeu e africano. A riqueza da natureza é reverenciada por seus frutos, sementes e fibras, e é com esses materiais que a sabedoria dos que convivem com a diversidade desde a infância permite construir objetos preciosos. A beleza do território do Jalapão tem atraído o turismo do charme e, juntamente com parte do artesanato do Tocantins feitos com o capim dourado, entre outros elementos, se tornou objeto de desejo dos viajantes contemporâneos, sendo apreciado nacionalmente, trazendo valor e atenção para a região e ao próprio artesanato do Tocantins.

Números do Artesanato no Estado

900 Artesãos

Artesãos em destaque

 
  • Eliene Bispo Cantuário

    Presidente da Associação Dianopolina do Artesão, localizada no município de Dianópolis, na região sudeste do Tocantins. Ela começou a trabalhar com artesanato em 2003 usando o ouro do cerrado, o capim dourado. Tudo começou quando a artesã visitou uma exposição realizada no aniversário do município e se encantou com o que viu.  Após a exposição, ela participou de uma capacitação e até hoje trabalha com o capim dourado.  Com o artesanato ela venceu uma depressão e síndrome do pânico, além de melhorar a vida financeira de toda a família.  Outra grata surpresa na vida da artesã aconteceu quando ela participou de uma feira de artesanato, onde encontrou a sogra que estava há mais de 20 anos sem contato com a família.  Ela montou uma loja de artesanato no centro da cidade de Dianópolis, em um ponto estratégico e, graças a orientação do Sebrae Tocantins, a artesã exporta os itens para vários países, sendo referência no estado no Tocantins.

  • Marcio Bello dos Santos

    Sul-mato-grossense de nascimento e tocantinense por opção, Marcio Bello dos Santos, 56 anos, é um dos pioneiros do artesanato do Tocantins.  Na infância, confeccionava fantasias de carnaval e começou desenvolver os primeiros trabalhos em madeira e couro, (entalhe e esculturas, bolsas cintos e acessórios).  Pioneiro em Palmas, capital do Tocantins, desde o início dos anos 90, é um dos artistas mais atuantes e premiados no artesanato e na música percussiva, tendo o reconhecimento de seu trabalho no Brasil e no exterior, acumulando participações em vários eventos nacionais e internacionais.  Entre as principais premiações e reconhecimentos, estão a Medalha Mario de Andrade, concedida pelo IPHAN em 2016. Atualmente, ele lidera o grupo Tambores do Tocantins, que tem como missão a valorização e a preservação da cultura musical tradicional do Estado, somando ao trabalho social com jovens.

  • Mumbuca

    Comunidade do capim dourado formada por duas famílias vindas da Bahia nos anos 70, Mumbuca é um povoado do município de Mateiros, que fica distante cerca de 360 km da capital Palmas. O capim dourado é a principal fonte de renda dessa comunidade, que vem se desenvolvendo e recebendo turistas do mundo inteiro. De acordo com relatos de moradores da região, o ouro do cerrado foi descoberto por dona Laurinda e dona Miúda. Com grande necessidade de sobrevivência e muita criatividade, elas viram nos fios de um capim bonito, que brilhava como ouro e era encontrado nas veredas, uma forma de ganhar o sustento. E assim começaram a confeccionar artesanatos a partir do capim dourado. Hoje Mumbuca, que ganhou esse nome devido a um tipo de abelha da região, tem cerca de 200 habitantes e produz com exclusividade o artesanato de capim dourado, admirado em todo o mundo! O capim na verdade não é um capim, é, mas sim um tipo de sempre-viva. As peças criadas vão desde bolsas, cestos, cintos, bijuterias, entre outras belíssimas obras de arte que compõem o artesanato do Tocantins.

Por dentro do Artesanato | Tocantins

Filtre um evento CRAB

Tipo do Evento
Modalidade
Estado
Valor
Funcionamento do CRAB no feriado de Corpus Christi
📅 Quinta-feira, 30/05 - fechado
📅 sexta-feira, 31/05 - aberto
📅 Sábado, 01/06 - aberto