Roraima

Roraima: lugar de troca de conhecimentos

O acolhimento como identidade roraimense


Um lugar de troca de conhecimentos

O Monte Roraima está localizado na fronteira entre o Brasil, a Venezuela e a Guiana.
A sua localização estratégica permite o diálogo entre três diferentes culturas. Segundo a Fundação Nacional do Índio (Funai), existem 11 etnias nas 32 terras indígenas regularizadas em Roraima.
O acolhimento das diferenças é uma das vocações e marca identitária do território. O Estado de Roraima é ao mesmo tempo a origem, onde são lançadas as sementes das identidades, o lugar que possibilita a troca cultural com seus vizinhos e a biodiversidade necessária ao projeto de futuro.

Saberes e Fazeres

O intercâmbio entre as tradições

No ambiente caracterizado pelo clima equatorial e pela presença de formações vegetais de floresta e do Cerrado, o artesanato de Roraima representa a base para o enraizamento e para o desenvolvimento da diversidade dos talentos criativos do Estado.

O intercâmbio entre as tradições possibilita as contribuições entre os processos e a criação de novos produtos. Os objetos do artesanato reúnem saberes e fazeres na busca da melhor solução para o seu uso.

O vazado do cesto de canastra serve para transportar as raízes e, através dessa textura, também permite que a terra escoe, enquanto o alimento permanece arejado. A leveza do leque trançado em buriti facilita o seu uso.

Roraima: modos de viver, criar e produzir

Artesanato que preserva as histórias culturais

Na região da Serra da Raposa do Sol o artesanato é fonte de renda e representa um modo de preservar as histórias culturais que povoam o território.
A índia macuxi Lídia Raposo, de 54 anos, produz panela de barro e assim mantém a tradição de seu povo. Há 18 anos como artesã, ela aprendeu com a avó a arte de modelar o barro quando ainda era criança, na comunidade indígena de Raposa, no município de Normandia, região Leste de Roraima.

Roraima: modos de viver, criar e produzir

Um aprendizado de muitas gerações

A nação yanomami desenvolve uma belíssima coleção de cestos, com padrões minimalistas, que atraem os olhares dos designers de interiores e os desejos de consumo de colecionadores.
Além da beleza, a inteligência das formas do artesanato da nação macuxi é um exemplo do pensamento projetual que resulta do aprendizado de muitas gerações.

Roraima: modos de viver, criar e produzir

O trânsito de saberes entre etnias

O trânsito de saberes entre etnias desconhece o limite das fronteiras geopolíticas e o artesanato é um dos principais operadores desse acolhimento.
Em Boa Vista funciona um espaço permanente para exposição e venda de artesanato do povo indígena warao. A iniciativa é parte de uma parceria da Universidade Federal de Roraima (UFRR) com a Agência da ONU para os Refugiados (ACNUR), a Organização Internacional para as Migrações (OIM), o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), entre outros parceiros (fonte: Rotas Brasil).

Filtre um evento CRAB

Tipo do Evento
Modalidade
Estado
Valor
⚠️ A Midiateca do CRAB está fechada para manutenção. Em breve poderão se encantar ainda mais com o artesanato brasileiro!